O empresário Rui Mão de Ferro, que surge associado a vários negócios com Carlos Santos Silva, foi constituído arguido na "Operação Marquês".

Mão de Ferro é o 12.º arguido no processo que envolve o ex-primeiro-ministro José Sócrates, o amigo Carlos Santos Silva e Armando Vara.
 
O Ministério Público acredita que o empresário agora constituído arguido seria um dos testas de ferro de Santos Silva e de José Sócrates.
 
Os investigadores suspeitam também que Rui Mão de Ferro terá sido parte ativa na destruição de provas dos vários crimes.