Uma delegação da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FP) vai solicitar ao Ministério da Saúde esta sexta-feira o reatamento das negociações por considerar que há temas que “não podem esperar”.

De acordo com Ana Amaral, dirigente sindical da FP, existem matérias, como as condições para um acordo coletivo de trabalho para os trabalhadores com contrato individual de trabalho nos hospitais Entidades Públicas Empresariais (EPE), que precisam de ser discutidas.

A FP queixa-se de falta de diálogo por parte do Ministério da Saúde, acusando-o de ter adiado uma reunião marcada para junho sem agendar uma nova data.

O objetivo da iniciativa de hoje é “pressionar o Ministério da Saúde para marcação de uma nova reunião”, disse Ana Amaral.