Uma explosão provocada por diluentes numa fábrica de Vila Nova de Cerveira feriu hoje dois trabalhadores, um deles transportado em estado grave para o hospital de São João, no Porto, disse à Lusa fonte do INEM.

De acordo com aquela fonte, o homem, de 50 anos, sofreu queimaduras de segundo grau na face e foi transportado ao hospital de São João pela Viatura de Emergência Médica (VMER) estacionada em Viana do Castelo.

O segundo trabalhador ferido neste acidente de trabalho, de 55 anos de idade, sofreu queimaduras de primeiro grau na face e num braço e foi transportado pela ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) ao hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo.

Contactada pela agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, disse que a explosão ocorreu cerca das 07:43, numa empresa instalada no polo I da zona industrial de Vila Nova de Cerveira, em Campos.

A mesma fonte afirmou serem ainda desconhecidas as circunstâncias do acidente de trabalho, adiantando que o caso foi participado à delegação local da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT).

À Lusa, o diretor daquela entidade, Joaquim Silva, confirmou a participação da Proteção Civil e adiantou que a ACT está a "acompanhar" o caso.