Os dois tripulantes do veleiro francês que se encontravam desaparecidos desde a madrugada desta quinta-feira após um naufrágio a cerca de 500 milhas náuticas a sul dos Açores já foram resgatados. Pai e filha foram salvos e já se encontram num navio mercante com bandeira de Hong Kong.

O capitão do Porto de Ponta Delgada, comandante Matos Nogueira, afirmou que "os quatro náufragos do navio foram resgatados com vida", estando agora a ser realizado o transbordo de dois dos tripulante que tinham sido resgatados por um navio mercante para bordo do navio hospital espanhol que está na área.

"A informação que temos é que estão neste momento fora de água.”

 
Em declarações à agência Lusa, Paulo Vicente explicou que o último caso do resgate de cinco veleiros que ocorreu desde a madrugada de quarta-feira, nomeadamente o veleiro francês com quatro tripulantes a bordo, um casal com dois filhos, não correu da melhor forma.

"Quando o navio mercante de Hong Kong se estava a aproximar do local para lhe prestar assistência [ao veleiro francês], este afundou-se. Dois dos tripulantes conseguiram entrar para o bote salva-vidas e os outros dois saltaram para a água", explicou Paulo Vicente.


Paulo Vicente afirmou que o naufrágio ocorreu pelas 02:00, mesmo em pleno oceano Atlântico.

"Aconteceu há cerca de seis horas [cerca das 02:00]. Aconteceu a 400 milhas náuticas [800 km] a sudoeste da ilha das Flores, Açores, mesmo no meio do oceano Atlântico", explicou Paulo Vicente.


Estiveram no local um navio mercante com bandeira de Hong Kong e um avião P3 da Força Aérea portuguesa.

A Marinha Portuguesa resgatou durante o dia de quarta-feira e hoje 14 pessoas de cinco veleiros que se encontravam a navegar a 500 milhas a sul dos Açores, depois de um pedido de auxílio devido às condições meteorológicas adversas com ondas de dez metros.

Devido às condições meteorológicas muito adversas que estavam no oceano Atlântico, uma depressão cavada a cerca de 500 milhas a sul dos Açores, várias embarcações pediram auxílio, houve cinco veleiros em que foi necessário evacuar os tripulantes, tendo os alertas começado às duas da manhã de ontem [quarta-feira], e prolongaram-se durante o dia."

Operação de Busca e Salvamento nos Açores

5 operações de busca e salvamento a veleiros a decorrer ao mesmo tempo nos AçoresO Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes), encontra-se a coordenar, desde a madrugada de ontem, 06 de maio, as operações de busca e salvamento de 14 tripulantes de 5 veleiros que navegavam a cerca de 500 milhas náuticas (930 km) a Sul do arquipélago dos Açores. Os alertas começaram a ser recebidos no MRCC Delgada cerca das 02h00, resultantes das condições meteorológicas muito adversas que se fazem sentir no Atlântico-Norte, comprometendo a capacidade de navegar por parte das embarcações e obrigando-as assim a pedir socorro. (Continue a ler em http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Grande-operacao-de-salvamento-maritimo-a-500-milhas-a-sul-dos-Acores.aspx)O vídeo da Força Aérea Portuguesa mostra as difíceis condições, nomeadamente de mar e de vento, que se fazem sentir durante esta missão.

Posted by Marinha Portuguesa on Thursday, May 7, 2015