Um tubarão-cobra, considerado uma das espécies mais antigas, foi capturado na costa algarvia, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O animal 'pré-histórico', um macho com cerca de 1,5 metros de comprimento, foi pescado em agosto, a 700 metros de profundidade.

Investigadores do IPMA e do Centro de Ciências do Mar registaram a captura do tubarão "com características pouco comuns" a bordo de um arrastão comercial, no âmbito da "iniciativa para a minimização das capturas indesejadas nas pescarias europeias".

A espécie possui "um corpo longo e esguio e uma cabeça que lembra a de uma cobra", sendo "a sua biologia e ecologia pouco conhecidas".

O tubarão-cobra pode ser encontrado em todo o Atlântico, incluindo a costa da Noruega e águas da Escócia, da Galiza, dos Açores, da Madeira e das Canárias, no Índico e no Pacífico, nomeadamente no Japão, na Austrália e na Nova Zelândia.

Esta espécie, da qual já foram encontrados fósseis com milhões de anos, é pouco pescada devido à profundidade a que vive.