Os professores iniciam esta segunda-feira uma greve às atividades que consideram estar irregularmente inscritas na componente não letiva do seu trabalho, como o apoio ao estudo.

O pré-aviso de greve foi entregue pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof) no mês passado e pode afetar atividades como o apoio ao estudo e projetos diversos desenvolvidos com os alunos.

Os sindicatos têm defendido uma clarificação do que é componente letiva e não letiva no horário dos professores.

O objetivo é que todas as atividades desenvolvidas diretamente com os alunos sejam incluídas na componente letiva do trabalho do professor.

A Fenprof convocou o protesto até 15 de dezembro, mas já admitiu prolongá-lo pelo segundo período, caso não haja resposta da tutela às reivindicações dos docentes.