Um homem está barricado na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagos, segundo apurou a TVI.

O barricado disparou contra a PSP à chegada dos agentes e um polícia ficou ligeiramente ferido.

As autoridades revelam que, dentro da CPCJ, se encontram três reféns: dois homens e uma mulher, que é funcionária.

O homem tem na sua posse várias armas, entre as quais uma caçadeira. Pediu à polícia almoço, que lhe foi entregue.

Ao que apurou a TVI, o suspeito exige ver os dois filhos, que lhe foram recentemente retirados.

No local encontram-se mais de 50 elementos da PSP, inclusive do Grupo de Operações Especiais, que delimitaram um perímetro de segurança e tentam demover o homem.

As instalações da CPCJ de Lagos situam-se numa zona habitacional, perto da Escola Júlio Dantas.