A Cruz Vermelha disponibiliza alojamento para pessoas que residam em condições habitacionais muito precárias, enquanto decorrer a vaga de frio, numa medida conjunta com a Câmara de Leiria face às baixas temperaturas previstas nos próximos dias.

Numa nota de imprensa, o Município de Leiria informa que tomou um conjunto de medidas preventivas em resposta à vaga de frio que atinge o país nos próximos dias, sendo esperadas temperaturas mínimas que podem atingir um grau negativo, no concelho.

O plano de ação está a ser desenvolvido em articulação com a Cruz Vermelha e Centro de Acolhimento, no sentido de serem acionadas medidas de apoio a pessoas em situação de grave vulnerabilidade social.

Pelo que, enquanto decorrer a vaga de frio, a Cruz Vermelha disponibiliza alojamento para pessoas que residam em condições habitacionais muito precárias.

A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) recomenda a adoção de medidas de autoproteção, nomeadamente evitar exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura, o uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente, e ainda a proteção das extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol), lembra ainda a autarquia liderada por Raul Castro (PS).

O Instituto Português do Mar e Atmosfera chama a atenção para temperaturas especialmente baixas entre terça e quinta-feira, com as mínimas a poderem chegar a sete graus negativos em locais do interior norte e centro.