O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) reforça, a partir deste sábado, o efetivo no aeroporto de Lisboa devido aos milhares de pessoas que são esperadas para a conferência global de tecnologia Web Summit. A conferência anunciou este sábado que está "oficialmente esgotada".

Numa resposta enviada à agência Lusa, o SEF adianta que o reforço de recursos humanos no aeroporto de Lisboa vai acontecer até 10 de novembro, mas não especifica quantos inspetores vão ser mobilizados.

Face ao número de chegadas e partidas pelo aeroporto de Lisboa, previsto aquando da realização do Web Summit, o SEF adotou várias medidas a nível interno, designadamente o reforço de recursos humanos no aeroporto de Lisboa durante o período de 4 a 10 de novembro”, precisa aquele serviço de segurança.

O SEF sublinha que estas medidas foram também adotadas na edição da Web Summit de 2016.

O SEF refere ainda que, caso se justifique, será criado, nas áreas de partidas e de chegadas, “uma área de contenção reservada a passageiros participantes no evento, enquadrados pelos voluntários do evento com apoio” da empresa que gere os aeroportos portugueses.

Aquele serviço de segurança esclarece que a criação desta área será “analisada no momento, consoante o volume de passageiros”.

A agência Lusa contactou o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP sobre as medidas de segurança previstas para a Web Summit, que remeteu as informações para a conferência de imprensa a realizar na segunda-feira, dia em que começa a conferência.

A Web Summit decorre entre 6 e 9 de novembro em Lisboa.