A associação ANIMAL anunciou que apresentou queixas-crime no Ministério Público de Loures e de Lisboa contra um jovem que aparece num vídeo, divulgado nas redes sociais, a maltratar um cão.

A TVI sabe que o jovem já foi identificado pelas autoridades e, mediante avaliação com articulação de um médico veterinário, o animal foi retirado a Gonçalo Correia.

Em causa está um vídeo no qual surge um jovem a ameaçar de morte um cão, ao mesmo tempo que simula que o atira da varanda de casa.

Em comunicado, a ANIMAL refere que apresentou, na terça-feira, no Ministério Público de Loures e, esta quarta-feira, no de Lisboa uma queixa-crime contra o jovem, solicitando que as autoridades procedam à apreensão e à perícia de todos os animais que forem encontrados na sua posse.

Este último pedido surge devido ao facto de o jovem ser reincidente nos maus tratos a animais, tendo já publicado outros vídeos no passado, nos quais matava um pombo e ameaçava gatos de morte, em troca de 'likes' nas redes sociais".

A mesma nota, acrescenta que a associação está a ser "inundada" de mensagens, ‘emails’ e telefonemas a respeito deste caso, pedindo que vá a casa do jovem retirar-lhe o cão e prometendo "justiça popular".

Não descansaremos enquanto este indivíduo não for exemplarmente punido. As pessoas têm que começar a perceber que aquilo que fazem tem consequências"