A cerimónia de abertura do ano judicial, que estava prevista para dia 16, foi adiada para "data a designar", disse hoje à agência Lusa fonte do Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

"Por motivos de agenda do Presidente da República, a cerimónia de abertura do ano judicial, prevista para o próximo dia 16 de setembro, irá ser transferida para uma nova data, a designar", disse o chefe de gabinete do presidente do STJ, o juiz desembargador Luís Lameiras.

Com este adiamento, é admitida a possibilidade de a cerimónia não se realizar antes das eleições legislativas de 4 de outubro.

A cerimónia de abertura do ano judicial realizava-se habitualmente em janeiro, mas com a entrada em vigor da reforma do sistema judiciârio, a 1 de setembro de 2014, passou para setembro, com efeito a partir deste ano.