O Tribunal de Ourique decretou esta segunda-feira a prisão preventiva do homem de 49 anos suspeito do homicídio da antiga companheira, ocorrido no sábado em Castro Verde, no Baixo Alentejo, revelou à agência Lusa fonte da GNR.

A medida de coação mais gravosa foi aplicada esta segunda-feira ao início da tarde pelo tribunal, onde o suspeito foi interrogado, referiu a mesma fonte.

O homem é suspeito do homicídio da ex-mulher de 47 anos, ocorrido, no sábado, cerca das 13:20, na Rua Maria Assunção Mestre, na periferia de Castro Verde, no distrito de Beja.

Segundo a fonte, o suspeito, detido pela GNR, terá disparado um tiro que atingiu a vítima na cabeça, na rua, junto à casa onde vivia a mulher.

A vítima ainda foi transportada com vida para o centro de saúde de Castro Verde, mas acabou por não resistir aos ferimentos, precisou a fonte.

A mesma fonte assinalou que já existia um historial de violência doméstica entre o casal, mas disse desconhecer as razões do homicídio.

A investigação do homicídio passou para a alçada da Polícia Judiciária.