O sistema de comunicações do INEM registou problemas durante três horas, nesta tarde de sexta-feira.

A TVI24 apurou que as falhas ocorreram entre as 15:30 e as 18:30, nos quatro Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) - Porto, Coimbra, Lisboa, Algarve, que não conseguiram atender chamadas 112 nesse período.

A TVI24 sabe que foram distribuídos alguns telemóveis e os polícias da central 112, a quem coube tomar nota do número das pessoas que ligaram a pedir socorro. Informações que foram depois passadas a elementos do CODU, que tentaram ligar a quem tinha efetuado chamada.

Entretanto, em comunicado, o Instituto Nacional de Emergência Médica detalha que "identificou hoje, às 15h30m, uma avaria num equipamento da central telefónica do INEM" e que a avaria foi "de imediato" comunicada à empresa responsável pela manutenção da central telefónica e reportada também ao operador de telecomunicações do INEM.

No sentido de poder continuar a garantir o trabalho regular dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), e enquanto a empresa corrigia a avaria, o INEM ativou o seu plano de contingência, solicitando aos Centros Operacionais 112 que o encaminhamento das chamadas referentes a situações de saúde fosse realizado para os telemóveis de reserva disponíveis nos CODU, para utilização neste tipo de situações".

O INEM garante que "desenvolveu todos os esforços no sentido de garantir a resolução célere desta situação, minimizando assim o seu impacto na atividade de emergência médica".

As comunicações já foram, entretanto, normalizadas.