A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu, na sexta-feira na zona de Ílhavo, 28 toneladas de produtos de pesca transformados, num valor de 175 mil euros, numa fábrica que recebeu ordem imediata de suspensão.

Em comunicado hoje divulgado, a ASAE relata que realizou uma ação de fiscalização numa unidade industrial de transformação de produtos de pesca, nomeadamente bacalhau, que não tinha título válido para algumas das práticas comerciais.

Por outro lado, a unidade em causa, situada no concelho de Ílhavo, exercia práticas comerciais desleais, tendo sido notificada para suspensão imediata da atividade de armazenagem e de reacondicionamento de produtos de pesca.

Entre as 28 toneladas de produtos de pesca transformados que foram apreendidos estão bacalhau, migas ou caras.