O governo de David Cameron tem tentado combater este aumento com medidas preventivas como o confisco do passaporte de jihadistas que procuram regressar ao Reino Unido e, nos casos de cidadãos com dupla nacionalidade, a perda da identidade britânica.