O secretário-geral do PS convocou, para o próximo dia 30 de setembro, a reunião da Comissão Política para discutir a reforma do sistema político. Ou seja, dois dias depois das eleições primárias que se disputam a dia 28.

A reunião será aberta à participação de todos os deputados da bancada socialista, indicou à Lusa fonte oficial da direção.

A realização de uma Comissão Política Nacional do PS foi proposta pelo presidente do Grupo Parlamentar, Alberto Martins, após mais de uma dezena de deputados socialistas terem esta manhã contestado a proposta de António José Seguro para a reforma do sistema político, designadamente a redução do número de deputados dos atuais 230 para 181.

O presidente do Grupo Parlamentar do PS, na última conferência de líderes, na quarta-feira, marcou para dia 1 de outubro um agendamento potestativo, tendo em vista a discussão dos diplomas sobre revisão da lei eleitoral e sobre o reforço das incompatibilidades de titulares de altos cargos políticos.

Este agendamento potestativo foi também muito contestado por vários deputados do PS na reunião desta manhã da bancada socialista. O ex-ministro socialista Jorge Lacão, por exemplo, afirmou esta quinta que a «esmagadora maioria» dos deputados do PS está contra a proposta «não séria» do secretário-geral para a revisão da lei eleitoral para a Assembleia da República.