O capotamento de um autocarro com 46 passageiros, a maioria estudantes universitários, numa via rápida de São Paulo, Brasil, na noite de quarta-feira, causou a morte a 18 pessoas e ferimentos nas restantes 28, de acordo com a imprensa brasileira.

O acidente ocorreu na estrada Mogi-Bertioga, entre as cidades de Mogi das Cruzes e Bertioga, cerca das 23 horas locais (mais quatro horas em Portugal continental).

De acordo com os bombeiros, 15 pessoas, incluindo o motorista, morreram no local enquanto o óbito de outras três foi declarado no hospital. Há, ainda, dois feridos em estado grave.

O autocarro, que transportava estudantes de três estabelecimentos de ensino de Mogi das Cruzes para São Sebastião, seguia juntamente com outras três quando o motorista perdeu o controlo da viatura depois de embater numa pedra, capotou e acabou por cair numa ravina.

De acordo com as autoridades, as condições climatérias no momento do acidente não eram desfavoráveis à condução.

Numa primeira análise, a polícia acredita que na origem do acidente está o excesso de velocidade e não exclui a possibilidade de o condutor ter adormecido.