O ministro das Finanças russo, Anton Siluanov, revelou esta sexta-feira que a economia do país poderá contrair-se cerca de 4% em 2015 e que o orçamento pode ter um défice de mais 3% do Produto Interno Bruto, caso o preço do petróleo se mantenha em cerca de 60 dólares (42 euros).

Siluanov, citado pela Reuters, sublinhou que o seu ministério recalculou as perspetivas orçamentais tendo em conta o preço do crude a 60 dólares e disse esperar que a média de câmbio do rublo se fixe em cerca de 51 rublos por dólar no ano que vem.

E acrescentou que o banco estatal VTB poderá receber100 mil milhões de rublos (1,6 mil milhões de euros) do National Wealth Fund ainda este ano e mais 150 mil milhões de rublos em 2015.