O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, William Hague, disse hoje que uma resposta internacional ao presumível ataque com armas químicas na Síria era possível sem o apoio unânime do Conselho de Segurança da ONU.

«Será possível responder às armas químicas sem a total unanimidade do Conselho de Segurança da ONU? Eu diria que sim», afirmou Hague à cadeia britânica BBC.

A pressão para uma ação internacional na Síria está a aumentar, depois de um presumível ataque das forças do regime de Bashar al-Assad com gás perto de Damasco, na semana passada. Ativistas disseram que morreram centenas de pessoas.