David Justino, Elina Fraga, Isabel Meireles, Manuel Castro Almeida, Nuno Morais Sarmento e Salvador Malheiro são os nomes indicados pelo novo líder do PSD, Rui Rio, como vice-presidentes da Comissão Política Nacional.

O anúncio foi feito por Rui Rio no segundo dia do 37.º congresso nacional, que se realiza no Centro de Congressos de Lisboa.

Feliciano Barreiras Duarte é o nome proposto para secretário-geral dos sociais-democratas.

Os primeiros quatro nomes para a lista do Conselho Nacional, o órgão mais importante entre congressos, são indicados por Rio e Santana Lopes, que saiu derrotado das diretas de janeiro, resultado do acordo entre os dois.

Assim, a lista de unidade é liderada pelo próprio Pedro Santana Lopes, terá Paulo Rangel a número dois, seguindo-se Arlindo Cunha, ex-ministro do PSD, e José Matos Rosa, secretário-geral do partido na direção de Pedro Passos Coelho.

Para presidente do Conselho de Jurisdição Nacional, Rio e Santana propõem Nunes Liberato, ex-secretário-geral do partido e antigo chefe da Casa Civil da Presidência com Cavaco Silva.

Paulo Mota Pinto, vice-presidente de Manuela Ferreira Leite, que presidiu à comissão de Honra de Rui Rio, encabeça a candidatura à mesa do congresso. Seguem-se os nomes de António Almeida Henriques, Lina Lopes, Joaquim Ponte, João Montenegro, Isabel Cruz e Nelson Fernandes.

A lista da Comissão Política Nacional é composta por David Justino, ex-ministro da Educação, consultor de Cavaco Silva na Presidência da República e um dos responsáveis pela moção ao congresso, por Elina Fraga, jurista e ex-bastonária da Ordem dos Advogados, Isabel Meireles, advogada, especialista em Assuntos Europeus, Manuel Castro Almeida, ex-autarca de São João da Madeira e vice-presidente do partido com Manuela Ferreira Leite, Nuno Morais Sarmento, antigo número dois de Marcelo Rebelo de Sousa e Durão Barroso no PSD e antigo ministro, e Salvador Malheiro, autarca de Ovar, líder da distrital de Aveiro e diretor de campanha de Rui Rio.

Os vogais da direção nacional são André Coelho Lima, António Carvalho Martins, António Topa, António Maló de Abreu, Cláudia André, João Cunha e Silva, Manuel Pinto Teixeira, Maria da Graça Carvalho, Ofélia Ramos e Rui Rocha.

A lista da Comissão Nacional de Auditoria Financeira é encabeçada por Catarina Rocha Ferreira, a advogada que participou na elaboração da moção de estratégia e ex-membro do Conselho Nacional de Jurisdição.

Aos delegados, Rio disse que "não foi difícil" o acordo com Santana, "o difícil foi fazer encaixar muitos nomes em poucos lugares" e agradeceu ao empenhamento de Bruno Coimbra, Salvador Malheiro e João Montenegro na negociação das listas.

As eleições para os órgãos nacionais do PSD realizam-se no domingo de manhã, último dia do congresso.