O secretário-geral do PS, António José Seguro, convocou para quinta-feira a Comissão Política Nacional do partido com o propósito de fazer a «análise do estado da nação». Em comunicado, o PS indica que a reunião terá lugar às 21:30.

O debate parlamentar sobre o «estado da nação» está agendado para o próximo dia 12 de julho e será aberto com uma intervenção do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

A realização de um debate sobre «o estado da nação» está prevista no regimento da Assembleia da República, que prevê um plenário sobre «política geral» iniciado com uma intervenção do primeiro-ministro, seguindo-se perguntas dos deputados.

O debate, que se realiza no último plenário da sessão legislativa, começa às 9:30 e é encerrado com uma intervenção a cargo do Governo.

A decisão de António José Seguro de convocar a Comissão Política Nacional socialista é conhecida um dia depois de Vitor Gaspar ter apresentado o seu pedido de demissão e da sua substituição na pasta das Finanças por Maria Luís Albuquerque, até agora era secretária de Estado do Tesouro.

Segunda-feira, após ter sido divulgada a demissão de Vítor Gaspar, o porta-voz dos socialistas, João Assunção Ribeiro, indicou que o secretário-geral do PS pediu uma audiência com caráter de urgência ao Presidente da República, Cavaco Silva.

«O secretário-geral do PS pediu uma audiência ao senhor Presidente da República com caráter de urgência», declarou o porta-voz dos socialistas, numa declaração em que voltou a defender a realização de eleições legislativas antecipadas, para que «os portugueses possam escolher um novo governo para Portugal».

«O país vive uma crise política que se prolonga desde setembro de 2012. O Governo tem sido o protagonista principal da crise permanente em que o país vive. A saída desta crise política só pode ser feita através da realização de eleições, perguntando aos portugueses que Governo querem para Portugal», argumentou o porta-voz socialista.