O Banco de Portugal vai divulgar esta quarta-feira as previsões macroeconómicas da primavera, antecipando em cerca de um mês a publicação destas estimativas, em conformidade com as regras do Eurossistema.

As regras do Eurossistema não permitem que os bancos centrais nacionais publiquem as suas projeções no período compreendido entre os dois meses que antecedem a publicação das previsões macroeconómicas do Eurossistema, produzidas pelo Banco Central Europeu em conjunto com os bancos centrais nacionais, e um mês após a sua publicação.

Por isso, o Banco de Portugal vai publicar hoje as previsões macroeconómicas da primavera, as quais vão ser republicadas em março, por forma a respeitar o calendário do Eurossistema.

Em dezembro, no Boletim Económico de Inverno, o Banco de Portugal estimou um crescimento da economia portuguesa de 0,8% para 2014, uma previsão que - à época - coincidia com a do Governo, que entretanto já melhorou a sua estimativa para este ano, esperando agora um crescimento de 1,2%.

Em relação a 2015, o último ano do horizonte das previsões divulgadas em dezembro, o Banco de Portugal apontava para um crescimento de 1,3%, abaixo do esperado pelo Governo e pela troika, que estimam um crescimento de 1,5%.