«Não estou nem vou estar na política interna portuguesa e não vou fazer comentários», disse José Manuel Durão Barroso aos jornalistas à margem do seminário diplomático, em Lisboa.

Questionado sobre que prazo defende para a apresentação de candidaturas, o também ex-primeiro-ministro português disse não estar «dentro do assunto» e não pretender fazer qualquer comentário.