“Se um Governo minoritário, comigo na Presidência, não correspondesse ou não resolvesse os grandes problemas nacionais, não estivessem pelo menos bem anunciados ou não tivessem sido discutidos na campanha eleitoral, eu teria de tirar daí as necessárias consequências”, respondeu, quando questionado se daria posse a um Governo minoritário.


“É desejável que haja um consenso partidário ou entre os partidos, dependendo dos resultados da eleição”, afirmou acrescentando que veria “com tristeza, ou pelo menos com desgosto, a possibilidade de não haver esse acordo partidário”.