O antigo presidente do PSD Fernando Nogueira está "absolutamente indisponível para a vida política ativa". Palavras do próprio, afastando assim a hipótese de uma eventual candidatura à Presidência da República.

"Eu estou absolutamente indisponível para a vida política ativa, é o que eu posso dizer", disse Fernando Nogueira à agência Lusa quando questionado sobre uma eventual candidatura a Belém.

Isto depois de o semanário "Sol" ter noticiado, este mês, que Nogueira era o candidato presidencial preferido do presidente do PSD e primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho. 

Fernando Nogueira falava em Guimarães, onde se deslocou na qualidade de presidente da Fundação Millenium BCP, instituição que apoiou as obras em curso no castelo daquela cidade.

O ex-líder do PSD Marcelo Rebelo de Sousa, apontado como possível candidato a Belém e o mais forte, à direita, nas sondagens, reagiu à preferência de Passos Coelho, considerando-a "perfeitamente natural".

"Nós, na vida, temos soluções ideais e, para Pedro Passos Coelho, a solução ideal para Belém seria Fernando Nogueira, que aliás é uma pessoa com muita qualidade política, mas é uma solução ideal tornada impossível porque Fernando Nogueira está fora da política e não quer voltar à política. Mas fica bem ao líder do PSD dizer que se pudesse fazer a escolha ideal, escolhia aquele", disse o professor. 

Advertindo que a "vida normalmente é feita não com o ideal, mas com aquilo que é possível", o ex-líder do PSD respondeu aos jornalistas que "só depois das legislativas é que se tem noção daquilo que é possível, embora isso não impeça que haja candidatos - já há vários - e nada impede que avancem antes das legislativas".