Circularam menos 20 mil veículos por dia na Ponte 25 de Abril, de acordo com um estudo realizado pela Fertagus, durante o ano de 2008.

Este número equivale a uma redução de 13 mil toneladas por ano nas emissões de CO2, avança a Lusa.

Quase 40% dos inquiridos referem a diminuição do stress como principal benefício da utilização do comboio da ponte.

Os utilizadores da ligação ferroviária referem ainda como aspectos positivos o aumento do tempo livre (35%), a maior flexibilidade (31%), a melhor organização (20%) e o menor dispêndio de dinheiro (12%).

Estas conclusões são relativas ao estudo de satisfação e perfil de cliente, realizado pela empresa entre os dias 14 e 23 de Outubro de 2008, através de 2 237 entrevistas directas e pessoais.

A Fertagus é a empresa concessionária da gestão e exploração da linha ferroviária do Eixo Norte/Sul, que inclui a travessia do Tejo, através da Ponte 25 de Abril.

O comboio começou a circular no tabuleiro ferroviário da ponte em Julho de 1999. Em 2008 transportou cerca de 23 milhões de passageiros.