A bolsa em Lisboa continua a negociar em terreno positivo, depois de uma pequena passagem pelo vermelho, durante esta manhã. Uma tendência acompanhadas pelas restantes praças europeias, excepção do mercado inglês que regista ligeiras perdas.

O CAC sobe 1,24%, o DAX valoriza 1,42%, o IBEX trepa 1,36% e o FTSE perde 0,25%.

A boa performance do sector financeiro está a impulsionar os ganhos dos mercados. A expectativa de que o norte-americano Citigroup vai ter o melhor trimestre desde 2007 está a animar os investidores, assim como a possibilidade da administração norte-americana vir a injectar novos aumentos de capital nas instituições financeiras.

Por cá, o PSI20 ganha 0,75% para os 5.913,48 pontos.

A liderar os ganhos está o BCP ao somar 3,78% para os 0,63 euros. Uma tendência seguida pelos restantes títulos do sector. O BPI trepa 3,23% para os 1,46 euros e o BES soma 1,88% para os 4,86 euros.

Destaque ainda para a energia, no dia em que a Sonangol admitiu entrar no sector, em Portugal.

A EDP ganha 1,15% para os 2,53 euros, a EDP Renováveis soma 0,62% para os 5,78 euros e a REN valoriza 0,49% para os 3,06 euros.

A contrariar a tendência está a Galp Energia que derrapa 0,15% para os 8,77 euros.

Cartão vermelho também para a Brisa que tomba 0,06% para os 4,54 euros. A participada brasileira CCR apresentou esta manhã um aumento de 23% nos lucros.

Também no vermelho segue a PT, a Semapa e a Zon Multimédia ao perderem 1,44% para os 5,73 euros, 0,76% para os 5,86 euros e 0,84% para os 3,74 euros, respectivamente.

Nos Estados Unidos, os mercados futuros apontam para uma abertura em alta, depois de terem fechado ontem a sessão com fortes valorizações.