Os portugueses preferem utilizar telemóveis de cartão recarregável mas sem carregamentos obrigatórios.

A conclusão é do estudo «Barómetro das Telecomunicações» da Marktest, que revela que em Portugal existem 3,430 milhões de possuidores de telemóvel com esta modalidade, num universo composto por pessoas com dez ou mais anos.

Ou seja, 41,6% do universo total de utilizadores.

Phone-ix opta por não subir preços

O primeiro telemóvel transparente (fotos)

Vodafone, TMN e Optimus aumentam preços

O carregamento obrigatório é o segundo tipo de contrato mais frequente entre os possuidores de telemóvel. No trimestre móvel de Janeiro de 2009, 39,4% destes indivíduos possui este tipo de contrato.

Em conjunto, os cartões recarregáveis representam 81% do total de contratos existentes. A assinatura mensal abrange 14,9% dos possuidores de telemóvel e o pacote de minutos representa 1,6%.

As excepções

A análise evolutiva da Marktest mostra que a preferência pelos cartões sem carregamentos obrigatórios se consolidou a partir de Novembro de 2007.

«Até aí, o mais frequente era a posse de cartões com carregamentos obrigatórios», conclui o «Barómetro das Telecomunicações».

Apple é a marca tecnológica mais falseada

A preferência não é, no entanto, comum a todos os possuidores de telemóvel: os jovens dos 10 aos 34 anos, tal como os residentes na Grande Lisboa, no Litoral Centro e nas Regiões Autónomas e os indivíduos das classes sociais alta, média alta e média contrariavam a tendência geral e revelavam preferir telemóveis com cartões recarregáveis com carregamentos obrigatórios.