O presidente de Conselho de Administração da Agência Lusa, José Manuel Barroso, defendeu esta seguda-feira no Porto que as agências de notícias devem adaptar-se às necessidades impostas pela nova era dos multimédia.

«O mundo da Internet desenvolve-se a grande velocidade e o multimédia é a forma de fornecer conteúdos para esse mundo novo, em que os portais e os sites se multiplicam», sublinhou.

José Manuel Barroso presidiu à abertura de reunião semestral da Internacional Press Telecommunications Council (IPTC), a decorrer até quarta-feira, no Porto.

O presidente da Lusa, considerou que «as agências de notícias atravessam um momento crucial porque estão inseridas na crise dos media tradicionais-que são um importante cliente-e estão sujeitas aos reptos que vêm do mundo da Internet».

Mas, por outro lado, salientou, as agências continuam a ser «um meio que fornece de forma organizada, classificada e rápida informação para os meios de comunicação social, para as empresas e para todos os que queiram aceder à informação».

«É um momento em que se encaram problemas, desafios e oportunidades. Deste equilíbrio depende o futuro das agências de notícias», frisou José Manuel Barroso.