A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada no crédito à habitação em Portugal, caiu para os 1,8 por cento. No conjunto dos prazos, as quedas mantêm-se há 106 sessões consecutivas.

A Euribor a três meses está em mínimos nos 1,663%, o mais baixo de sempre. No prazo a um mês situa-se nos 1,290% e a 12 meses nos 1,932%.

Preços não sobem

De referir que estas taxas se baseiam na média dos juros praticados em empréstimos interbancários em euros por 57 bancos proeminentes europeus. Todos os dias úteis, às 11 horas (hora central europeia), são divulgadas as Euribor.

Um dos principais factores que influenciam estas taxas é o clima económico, nomeadamente o sinal transmitido com o nível das taxas de juro definidas pelo Banco Central Europeu (BCE).