A Galp Energia vai investir 5,2 mil milhões de euros, de acordo com a actualização do plano de investimentos da empresa para o período entre 2009 e 2013.

No documento enviado, esta manhã, à CMVM, a petrolífera adianta que a área de Extracção e Produção (E&P) está gradualmente a assumir o «papel principal» no investimento. Esta secção vai receber 1,9 mil milhões (mais 400 milhões que no plano anterior). Já para a Refinação e Distribuição (R&M) são destinados 2,2 mil milhões e os restantes 1,1 mil milhões vão para a área de Gás e Power (G&P).

No mesmo período, a Galp diz que o seu «portfolio» oferece um substancial crescimento e que o seu EBTIDA deverá aumentar a um ritmo de até 15%, suportado por todos os segmentos de negócio.

Os recursos da empresa deverão totalizar os 4,1 mil milhões de barris em 2013, mais 3,3 mil milhões que em 2007.

Quanto ao financiamento, apesar de sustentar que os projectos de 2009 estão assegurados e que será criado um forte «cash flow», a Galp realça que este não é suficiente para cobrir as necessidades do programa de financiamento. Desta forma, refere, tal como assumiu o presidente executivo da companhia ontem na apresentação de resultados, estão a estudar alternativas de financiamento e que esta decisão será tomada até ao primeiro trimestre de 2010.

«O crescimento sustentável do financiamento é sempre um bom problema», acrescenta o documento.