O Porto SAD registou prejuízos de 1,4 milhões de euros nos primeiros seis meses da actual temporada, ou seja de 2008/2009. Algo que contrasta com os lucros de 7,3 milhões alcançados no período homólogo.

Segundo dados divulgados ao mercado, o clube contou com proveitos operacionais, excluindo transacções de passes de jogadores, de 31,1 milhões de euros, o que representa um aumento de 9 por cento, relativamente ao período anterior, onde esta rubrica atingiu os 28,5 milhões de euros.

Os resultados operacionais foram positivos, na ordem dos 2,8 milhões de euros no período em análise, mas abaixo dos 8,8 milhões obtidos nos primeiros seis meses da temporada 2007/2008.

Sporting com prejuízos de 2,3 milhões

Já os custos operacionais cresceram para 35,8 milhões de euros devido essencialmente ao crescimento da massa salarial.

O rácio salários/proveitos operacionais (incluindo proveitos com transacções de passes de jogadores) atinge os 44%, sendo que no primeiro semestre do exercício anterior se situava nos 37%

Se o activo total cresceu 10,5 milhões face a 30 de Junho de 2008, atingindo um montante global de 169,3 milhões, o passivo consolidado também: aumentou 11,8 milhões de euros. A razão, segundo o clube, deve-se «fundamentalmente às obrigações assumidas com a aquisição de passes de jogadores».