O centro comercial Dolce Vita Tejo vai abrir portas ao público no dia 7 de Maio e precisa de colaboradores.

São cerca de cinco mil vagas e, para as preencher, a empresa vai organizar uma Feira de Emprego nos dias 28 e 29 de Março, entre as 10h00 e as 18h00 e entre as 10h00 e as 13h00, respectivamente, na Escola Secundária da Amadora, na Rua Av. Alexandre Salles.

Encontre um novo emprego

Na feira existirão «20 stands de empresas que, no local, apresentarão as suas propostas de trabalho», e receberão as candidaturas, explicou fonte oficial da empresa à Agência Financeira.

A Chamartín Imobiliária, responsável pelo projecto, terá dois stands na feira: um do Dolce Vita Tejo, e outro do Kidzania, um parque temático de entretenimento educativo que fará parte do empreendimento.

Currículos e entrevistas de emprego: todas as dicas

As inscrições, além de presencialmente, poderão ainda ser efectuadas no site do Dolce Vita Tejo (www.dolcevitashopping.eu), onde os diversos operadores apresentam as suas propostas de emprego de forma personalizada.

O Dolce Vita Tejo assinou, no dia 4 de Dezembro de 2008 um Protocolo com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), assente em 2 áreas de intervenção: recrutamento e formação profissional.

Está desempregado? Saiba o que fazer (vídeo)

Assim, «esta Feira de Emprego terá apoio do Instituto Emprego e Formação da Amadora que, além dos stands das empresas, terá também um ponto de apoio para recolher as candidaturas para os 5.000 postos de trabalho directos», explicou a mesma fonte, adiantando ainda que «serão também realizados workshops sobre apoios à contratação».

Para apoiar todo este processo, foram realizados cursos pelo IEFP da Amadora que englobaram cerca de 1.500 pessoas. Tratam-se de «cursos de especialização em diversas funções de contratação, com duração de três meses, que tiveram por objectivos formar nas competências mais específicas, de forma a preparar os candidatos para as necessidades do recrutamento». Estes 1.500 estão englobados nos 5 mil postos de trabalho, esclarece a fonte oficial.

Veja o vídeo da última inauguração Dolce Vita

O Dolce Vita Tejo implica um investimento superior a 400 milhões de euros, terá 294 lojas e uma praça de alimentação com 30 restaurantes e será servido por 9 mil lugares de estacionamento gratuito e, em anexo, um edifício de escritórios com 15 mil m2.