O presidente do Banco Privado Português (BPP) acha que «será difícil o BPP pagar alguma coisa este ano».

Em entrevista ao «Diário Económico», Fernando Adão da Fonseca, que sucedeu a João Rendeiro na liderança do BPP, apela à compreensão dos clientes e afirma que a nova administração do banco precisa de ter paz para trabalhar.

Por outro lado, acrescenta que as manifestações da rua nada resolvem.

Outros destaques

-Regras para blindar o seu dinheiro;

-Expropriação de prédios devolutos será facilitada;

-Vieira da Silva quer uma classe média mais forte;