Um supermercado de Viana do Castelo anunciou esta segunda-feira uma ajuda aos clientes, nesta época de crise, através da oferta de um cabaz com sete produtos alimentares de primeira necessidade a quem efectuar compras no valor de 50 euros, anunciou o proprietário.

«Ainda agora saiu daqui um cliente que fez compras no valor de 200 euros e levou quatro cabazes», disse, à Lusa, Luís Cantinho.

EDP distribui mais de 40 mil lâmpadas nos bairros lisboetas

O «cabaz básico», como lhe chama o comerciante, é constituído por uma garrafa de azeite de 0,75 litros, seis pães, meia dúzia de ovos, um pacote de esparguete de meio quilo, um quilo de arroz, uma garrafa de 1,5 litros de água e um litro de leite.

«A vida está difícil para todos e foi por isso que decidi dar esta ajuda aos meus clientes. Basta apresentarem-me dois talões no valor de 25 euros cada para levarem este cabaz. Em tempo de crise, penso que vale a pena aproveitar», sustentou.

Marcas mais baratas são armas contra crise

Luís Cantinho referiu que à volta do seu estabelecimento os vários agregados familiares são maioritariamente constituídos por três pessoas e que as compras mais frequentes são precisamente de 25 euros, pelo que conta oferecer muitos cabazes.

Esta oferta do supermercado «Ponto Fresco» começou a 27 de Fevereiro e vai estender-se até 15 de Março.

«Umas superfícies baixaram os preços dos produtos-base, outras optaram por oferecer pão por cada 15 euros de compras, eu decidi dar estes cabazes, inspirados nas chamadas cestas básicas do Brasil», disse.