O sector agrícola vai ter uma nova linha de crédito de 175 milhões de euros para apoiar os agricultores e a agroindústria, no quadro da actual crise económica, anunciou esta quinta-feira o ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas.

Jaime Silva anunciou algumas medidas de apoio à agricultura no encerramento do congresso «Estratégias para as Novas Agriculturas» que decorreu em Lisboa, no âmbito da Agrotec 2009, uma feira para as várias áreas do sector agrícola.

Em declarações à agência Lusa, à margem do congresso, o ministro especificou que a nova linha de crédito pode ser utilizada pelas explorações e unidades de agroindústria para, por exemplo, fusões e concentrações de adegas, apoiar o fundo de maneio das empresas ou ajudar à exportação.

Esta linha de crédito vai entrar em vigor logo que seja publicada em Diário da República e abrange todos os sectores da agricultura.

Governo disponibiliza 15 milhões

Durante o seu discurso, Jaime Silva falou igualmente do subsídio a fundo perdido aos agricultores para aquisição de equipamentos, visando a eficiência energética.

Neste caso, o governo disponibiliza 15 milhões de euros para esta medida. Os agricultores têm de avançar com metade do custo do equipamento, recebendo apoio do Estado para o restante custo.