A Portugal Telecom foi a empresa com mais peso na carteira do PSI20 (20,409%), em Fevereiro, seguida da EDP (17,267%) e da Galp (9,849%).

O BCP viu o seu peso cair dos 10,213% para os 8,762% entre Janeiro e Fevereiro de 2009, avança a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No que toca à capitalização bolsista da Euronext Lisbon observou-se uma queda mensal de 1,9% para 149.122,6 milhões de euros (151.953,3 milhões de euros em Janeiro).

«A diminuição em 13,3% na capitalização do segmento das acções nos mercados regulamentados contribuiu de modo decisivo para esta evolução», referem.

Em contrapartida a capitalização bolsista das obrigações nos mercados regulamentados subiu 30,2%.

Já o volume de transacções no mercado secundário a contado atingiu 4952,1 milhões de euros, o que representou uma queda de 0,5% face aos 4978,5 milhões de euros do mês anterior.

PSI20 desvalorizou 45,2% no mês de Fevereiro

Esta evolução resultou da forte descida sofrida pelos mercados não regulamentados (-38,1%) não totalmente compensada pelo crescimento de 0,6% nos mercados regulamentados, onde se destacou a subida de 1,8% no segmento das acções.

O índice accionista PSI20 atingiu 6.003,75 pontos, menos 6,7% em comparação com os 6.438,19 pontos de Janeiro último. Em relação a Fevereiro de 2008 a desvalorização foi de 45,2%.

A volatilidade do PSI20 atingiu os 21,12%, semelhante à do mês anterior (21,66%).

Na indústria de Organismos de Investimento Colectivo em Valores Mobiliários e dos Fundos Especiais de Investimento, o valor sob gestão sofreu uma queda face ao mês anterior de 3,5% para 13.838,9 milhões de euros.

Já na indústria dos Fundos de Investimento Imobiliário e Fundos Especiais de Investimento Imobiliário registou-se uma subida de 0,5%.