Depois da Bulgária, Cavaco Silva iniciou uma nova visita de Estado à Roménia. O primeiro dia ficou marcado por um incidente: o primeiro-ministro romeno, Victor Ponta, com quem o Presidente da República tinha um encontro agendado, ausentou-se do país para uma intervenção cirúrgica de urgência.

A imprensa romena relata também que Victor Ponta, que está a ser investigado por corrupção, faltou a um encontro com a Justiça, pois devia ter sido ouvido na Direção Nacional Anti-corrupção. Coube ao presidente da Roménia explicar aos jornalistas a falha protocolar.

Cavaco Silva não quis comentar a política interna do país anfitrião, mas a agenda do dia ficou marcada por uma exigência recente da Europa.

"Em todos os estados devem ser feitos esforços para combater a corrupção, em particular por agentes políticos. As indicações emanadas da União Europeia são para todos os países e não para nenhum país em particular", afirmou.


Neste primeiro dia, Cavaco ainda visitou o parlamento romeno, onde a comitiva portuguesa esteve reunida com os partidos com assento parlamentar.