Governo pode afogar-se com saída «sem bóia» e juros altos