O apoio aos viúvos vai ser reduzido já a partir de Janeiro, estando previsto um corte de quase 4% no total da despesa com pensões de sobrevivência. A medida está a ser criticada tanto pelo PS, como PCP e BE, que querem explicações do Governo.

Pensões de sobrevivência vão sofrer cortes

Os partidos da oposição falam em «imoralidade» e lembram que ainda há três dias, o ministro Paulo Portas tinha garantido que a TSU dos pensionistas não iria avançar.

Para a oposição, estes cortes nas pensões de sobrevivência por viuvez são «uma TSU encapotada».