O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, admitiu hoje a apresentação de uma moção de censura ao Governo no parlamento se os resultados das eleições europeias de domingo demonstrarem claramente uma derrota do Executivo.

«A censura a este Governo deve ser todos os dias, tendo em conta aquilo que fez e está a fazer, mas não podemos recusar a possibilidade de exercer um instrumento, um direito constitucional, que é a censura na própria Assembleia da República. Mas vamos ver os resultados», afirmou Jerónimo de Sousa esta manhã, em Valongo, onde participou numa arruada.

O líder dos comunistas salientou que «a confirmar-se o resultado negativo para a direita, demonstrativo de que este Governo e os partidos que o apoiam já não corresponde nem em termos de base social como também em termos de base politica», o PCP tem «esse direito».