Uma centena de manifestantes concentrou-se à porta dos estúdios onde decorreu a entrevista ao primeiro-ministro, mas Passos Coelho evitou os manifestantes não entrando pela porta principal.

O protesto convocado pelo PCP pretendeu marcar o descontentamento dos comunistas pela decisão da RTP em ter convidado apenas Passos Coelho e António José Seguro para responder às perguntas da plateia.

Durante uma hora, até à chegada do chefe do Governo, os militantes comunistas acenaram com bandeiras e cartazes e pediram a sua demissão.