O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho negou hoje que José Sócrates alguma vez o tenha convidado para o cargo de vice-primeiro-ministro, como revelou esta semana o antigo chefe de Governo socialista.

No entanto, na revelação feita durante na entrevista de José Sócrates, à «TSF», este apenas refere que falou sobre uma possível participação no executivo.

«Falei duas ou três vezes ao então líder da oposição nessa possibilidade. Isso foi recusado porque o líder da oposição queria ser primeiro-ministro», contou o ex-primeiro-ministro.

Dias depois, o jornal «Público», avançou que o convite de José Sócrates teria sido para que Passos Coelho fosse vice-primeiro-ministro.