«A propósito da morte de outro bombeiro, Portugal ficou a saber que tem ministro do Ambiente. Titubeou umas vacuidades, evitando mirar no âmago dos incêndios: quando revoga ele o decreto-lei dos eucaliptos, aprovado há semanas, e que facilita a plantação da praga australiana? Não são ecológicas moreiras nem silvas que ardem como tochas país afora»