«120 mil portugueses deixaram o país no ano passado. São mais do que no pico salazarista da emigração. E agora, muito melhor qualificados. Quando as polianas nos vêm com sinais positivos nas exportações, devem talvez referir-se a estas 10 mil pessoas por mês.»