A ministra da Justiça não quis comentar as declarações sobre as praxes do secretário de Estado da Juventude que afirmou que o que se passou no Meco não foi praxe, mas atos ilícitos que devem ser punidos.

Paula Teixeira da Cruz diz que o sistema jurídico já tem medidas e penas que permitem acautelar estas situações e que, legislar a quente, em cima de casos mediáticos, não dá bom resultado.

«Nós já temos, no nosso sistema jurídico, um conjunto de penas e medidas de segurança que permitem acautelar essas situações. Há também um trabalho pedagógico a fazer por parte das universidades e das associações de estudantes», afirmou a ministra.

Acerca de nova legislação sobre as praxes, a ministra respondeu que «tem sempre muito receio de legislar ao arrepio de casos mediáticos».

Entretanto, as Associações de estudantes e federações académicas revelaram que vão apresentar ao ministro da Educação uma proposta de Estatuto do Estudante do Ensino Superior que inclui normas disciplinares e sanções uniformes em caso de abusos e excessos em contexto académico e praxes.