O deputado socialista José Lello elogiou hoje António Costa, um «ganhador», e pediu uma vitória «consistente» do PS nas próximas legislativas, dizendo que as europeias de domingo não indiciaram «uma vaga de fundo» nesse sentido.

«Estas eleições não indiciaram uma vaga de fundo que permitisse projetar o PS em 2015 para o limiar da maioria absoluta, congregando outras forças, outras plataformas, outras opiniões. Estas eleições tornaram a questão da governabilidade mais complexa. É preciso um PS muito forte, eleitoralmente muito forte, para conseguir ter a solidez necessária», disse aos jornalistas no parlamento.

Questionado sobre se António Costa, que hoje se mostrou disponível para disputar a liderança do PS, seria um secretário-geral que pudesse desempenhar esse papel, Lello respondeu: «Na perfeição. António Costa faz isso na perfeição».

José Lello, que pertenceu às direções socialistas lideradas por José Sócrates, declarou ainda que o atual presidente da Câmara de Lisboa é um «grande líder, um líder carismático, um ganhador, que mobilizará seguramente a opinião pública em torno das propostas do PS, que não podem ser 80, 90, têm de ser três ou quatro mas daquelas essenciais em que os portugueses se revejam».

O deputado socialista admitiu ainda que o seu telemóvel «escalda» no dia de hoje, em que António Costa anunciou estar disponível para avançar para a liderança do PS, admitindo que a vitória socialista nas europeias de domingo «sabe a pouco».

Também o antigo secretário de Estado da Presidência João Tiago Silveira, em declarações à Lusa, elogiou Costa, que definiu como «o primeiro-ministro de que o país precisa», e diz que recebeu a disponibilidade do autarca da capital para concorrer à liderança do PS como «excelentes notícias».

«E é a pessoa certa para termos um governo sólido com maioria absoluta», advogou, realçando que o PS «tem de saber dar uma resposta à altura» perante o atual estado do país.

«E para dar uma resposta à altura é preciso que os militantes possam escolher», concretizou o socialista.

No Facebook, o deputado socialista João Galamba partilhou uma notícia do jornal Público - onde é dito que António Costa vai avançar para a liderança do partido - e comentou: «O PS precisa de mudar. Chegou a hora».

O deputado André Figueiredo, também no Facebook, diz que António Costa entendeu o recado dos Portugueses.

«Costa avança e disponibiliza-se a devolver a tão desejada esperança ao PS mas principalmente aos portugueses», escreve o parlamentar socialista na rede social.