O Governo já acordou com a Comissão Europeia como fará os cortes nas pensões. De acordo com um documento a que a TVI teve acesso, serão feitos de acordo com critérios económicos e demográficos. Mas este é apenas um dos pontos que constam de um longo compromisso, escrito, entre a Comissão Europeia e o governo.

Novo cálculo das pensões ou é aumento da idade de reforma ou penalização

Um dos compromissos passa pelos salários da função pública: «O governo criará uma tabela salarial única durante 2014, com vista à sua aplicação em 2015».

Outro dos pontos já acertados está relacionado com as pensões. O governo vai mesmo avançar com os cortes onde «reforçará o vínculo entre direitos de pensão e critérios demográficos e económicos».

Há também o compromisso de «anunciar até março a lista de 50% de repartições locais de finanças a encerrar até maio». E quanto à tabela única de suplementos «deve ser apresentada antes da 12ª avaliação, com vista à sua execução até junho de 2014».

O documento a que a TVI teve acesso data de meados de março. Veja aqui:

1_PT_ACT_part1_v2 by patpires73