A cabeça de lista do BE às europeias, Marisa Matias, apelou esta sexta-feira a que o descontentamento das pessoas chegue às urnas no domingo, considerando que é imprescindível, com o voto, derrotar esta direita.

Em Santa Maria da Feira e em jeito de balanço da campanha que hoje termina à meia-noite, Marisa Matias considerou que com os níveis de abstenção e de indecisos [previstos] é preciso esperar por domingo, afirmando que o partido sentiu «muito apoio nas ruas».

«Mas é óbvio que todo este descontentamento tem que chegar às urnas no dia 25», apelou.

A eurodeputada recandidata considerou, por isso, que «todas as pessoas que estão descontentes» têm uma oportunidade, no domingo, «de dizer isso mesmo».

«No ato do seu voto, de derrotar esta direita que é imprescindível para que as nossas vidas possam melhorar e sabem perfeitamente que esse voto, o voto da mudança, é no Bloco de Esquerda», concretizou.

Garantindo que o BE faz a crítica mas ao mesmo tempo tem «a proposta mais concreta e mais sustentável para sair desta situação», Marisa Matias insistiu na necessidade e urgência da reestruturação da dívida, no relato da Lusa.