O secretário-geral do PS disse hoje esperar que os portugueses agarrem a oportunidade de fazer as suas escolhas numa eleição em que está em causa o futuro da Europa, mas das quais sairá também uma leitura nacional.

«Espero que os portugueses agarrem esta oportunidade, que não a desperdicem, porque este é o momento de falarem, de dizerem o que pensam e de fazerem as suas escolhas», afirmou António José Seguro após ter votado na Escola Secundária Rafael Bordado Pinheiro, nas Caldas da Rainha.

Reforçando que «está em causa o futuro do país e da Europa», o líder do PS mostrou-se «muito tranquilo» e «muito confiante» de que «os portugueses não vão desperdiçar esta oportunidade de ir às urnas».

António José Seguro remeteu para «depois das 19 horas» leituras ¿nacionais e europeias¿ das eleições, adiantando que só à noite serão feitas as análises, quer em relação aos números da abstenção quer das votações de cada um dos partidos.

Aos jornalistas, o secretário-geral disse ainda que irá passar o resto do dia «em família e com os amigos» nas Caldas da Rainha e a meio da tarde partirá para Lisboa, como reporta a Lusa.

Perto de 9,7 milhões de eleitores são hoje chamados a eleger os 21 deputados portugueses no Parlamento Europeu, menos um do que há cinco anos.

No total, concorrem 16 listas, mais três do que nas europeias de 2009.

No total, serão eleitos 751 eurodeputados pelos 28 Estados-membros da União Europeia, que representarão cerca de 500 milhões de cidadãos da UE nos próximos cinco anos.